Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 21 DE NOVEMBRO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  20/11/2017   Chamadas de satélite não partiram de submarino desaparecido na Argentina, diz Marinha - Pelo menos 400 sinais foram analisados, mas nenhu...     20/11/2017   Preço do combustível varia, e muito, até dentro da mesma cidade - Em SP, diferença entre posto mais caro e o mais barato chegou a 27%. Ag...     20/11/2017   Marinha da Argentina analisa "ruído" detectado em área de busca de submarino desaparecido - Barulho foi ouvido por duas embarcações argen...     20/11/2017   Indústria do petróleo deve criar 500 mil vagas de trabalho em cinco anos - Leilões de novas áreas de exploração devem aquecer mercado. At...     20/11/2017   Marinha argentina vai analisar ruído vindo de região onde submarino desapareceu - O porta-voz da Marinha argentina, Enrique Balbi, inform...     20/11/2017   Petróleo abre em baixa em Nova York, a 56,08 dólares o barril - O petróleo abriu em queda nesta segunda-feira em Nova York, com os mercad...     20/11/2017   Estaleiros cogitam uso de Fundo da Marinha - Na movimentação para salvar seus negócios, o Estaleiro Atlântico Sul conta com a ajuda das l...     20/11/2017   Cresce a pressão contra a exploração de Petróleo na Bacia do Alentejo, em Portugal - Aumentou o movimento contra a exploração de Petróleo...     20/11/2017   Honorários dos Despachantes Aduaneiros serão pagos através do Siscomex - Expectativa do Presidente do SINDASP, Marcos Farneze, é de que a...     20/11/2017   JAGUAR E TOP CAR PROMOVEM EXPERIÊNCIA DE PISTA COM SUPER ESPORTIVOS - Nova Santa Rita, Novembro de 2017 – Que tal testar um Jaguar com ma...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

13/11/2017

RGE finaliza duas obras de fortalecimento do sistema em Santa Rosa

Logística

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Ações contemplaram novo alimentador, troca de postes e reformas das redes de distribuição

 

Santa Rosa, 13 de novembro de 2017 – A Rio Grande Energia (RGE), dentro do seu plano de modernização da rede de distribuição de energia, concluiu, no último mês, duas obras que elevam a qualidade do índice de fornecimento de energia elétrica ao município de Santa Rosa.

 

Com um investimento pontual de R$ 227 mil, a distribuidora do Grupo CPFL Energia reforça seu compromisso com os 29 mil clientes do município localizado no Noroeste Gaúcho.

 

O primeiro projeto executado pela RGE foi a instalação de um novo alimentador em uma das duas subestações que são fonte de abastecimento aos consumidores do município.

 

Para interligar o alimentador à rede de distribuição a RGE fez obras complementares que incluíram a instalação de 15 novos postes de concreto e 460 metros de rede compacta, mais resistentes às intempéries do que as convencionais e ainda tem melhor convívio com a vegetação local.

 

Já nas ruas Castelo Branco e das Missões, no Centro de Santa Rosa, a RGE substituiu 22 postes de madeira por novas unidades de concreto e reformou 700 metros, alterando seu modelo para o compacto, como o realizado no projeto da subestação.

 

A concessionária ainda incluiu nesta obra 600 metros de rede multiplexadas, que tem um padrão de cabeamento diferente e que evita o contato entre os fios em dias de vento, diminuindo os riscos de interrupção de energia.

 

Essas ações, segundo o Consultor de Negócios da RGE, Rodinei Gerardon, garantem que o abastecimento de energia no município se torne ainda mais confiável em virtude da modernização da rede e do novo alimentador. “A instalação deste novo alimentador abre mais um meio para a transmissão da energia da subestação até as casas e comércios de Santa Rosa. Podemos dizer que ele aumenta nossa capacidade de entregar energia aos clientes santa-rosenses”, frisa Gerardon.

 

Entre janeiro e julho de 2017, o total aplicado pela distribuidora em sua área de concessão chegou a R$ 176,3 milhões em toda sua área de concessão.

 

No mesmo período do ano passado, foram R$ 129,5 milhões. A previsão é de que até o final do ano o recurso aplicado na área de concessão chegue a R$ 350 milhões.

 

Sobre a RGE

 

A Rio Grande Energia (RGE) é a distribuidora de energia elétrica da região norte-nordeste do Estado do Rio Grande do Sul. Originada do modelo de concessão pública para distribuição de energia elétrica em 21 de outubro de 1997, a empresa atende 255 municípios gaúchos, o que representa 54% do total de municípios do Estado.

 

A área de cobertura da RGE divide-se em duas grandes regionais: a Centro, com sede em Passo Fundo, e a Leste, com sede em Caxias do Sul. São 90.718 km² - 34% do território do Estado.

 

Agrupadas, essas regiões apresentam um dos melhores índices sociais e econômicos do Brasil e também são as responsáveis pelo maior polo agrícola, pecuário, industrial e turístico do estado.

 

A RGE se orienta pela Gestão de Qualidade Total para atingir, cada vez mais, altos níveis de eficiência para seus consumidores sendo parceira dos municípios gaúchos no desenvolvimento econômico do RS dentro de sua área de concessão.

 

Desde 2006 a RGE passou a fazer parte integralmente do grupo CPFL Energia, o maior grupo privado do setor elétrico brasileiro.

 

Sobre a CPFL Energia

 

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.


Com 14,3% de participação, a CPFL Energia é líder no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.


Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas

a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis, maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.258 MW, no final do primeiro trimestre de 2017.

 

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice Dow Jones Sustainability Index EmergingMarkets. Pelo 12º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

 

Clique aqui para fazer o download do arquivo
'santa rosa 1 (1).jpg'
(JPG - 0,38 Mb)

 

Clique aqui para fazer o download do arquivo
'santa rosa 2 (2).jpg'
(JPG - 0,37 Mb)

 

Por sergiostock.com.br

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Conclusão das obras da ERS-344 dá mais segurança à comunidade

Programa de recuperação de rodovias entra em atividade na RSC-481

RS: maioria dos trechos avaliados está regular, ruim ou péssima

AM: custo operacional do transporte chega a ser 49,6% mais alto

CONCER - RECUPERAÇÃO DE ÁREA DO KM 81 EM ANDAMENTO

Chamadas de satélite não partiram de submarino desaparecido na Argentina, diz Marinha

Preço do combustível varia, e muito, até dentro da mesma cidade

Marinha da Argentina analisa "ruído" detectado em área de busca de submarino desaparecido

Indústria do petróleo deve criar 500 mil vagas de trabalho em cinco anos

Marinha argentina vai analisar ruído vindo de região onde submarino desapareceu

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística