Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 21 DE NOVEMBRO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  20/11/2017   Chamadas de satélite não partiram de submarino desaparecido na Argentina, diz Marinha - Pelo menos 400 sinais foram analisados, mas nenhu...     20/11/2017   Preço do combustível varia, e muito, até dentro da mesma cidade - Em SP, diferença entre posto mais caro e o mais barato chegou a 27%. Ag...     20/11/2017   Marinha da Argentina analisa "ruído" detectado em área de busca de submarino desaparecido - Barulho foi ouvido por duas embarcações argen...     20/11/2017   Indústria do petróleo deve criar 500 mil vagas de trabalho em cinco anos - Leilões de novas áreas de exploração devem aquecer mercado. At...     20/11/2017   Marinha argentina vai analisar ruído vindo de região onde submarino desapareceu - O porta-voz da Marinha argentina, Enrique Balbi, inform...     20/11/2017   Petróleo abre em baixa em Nova York, a 56,08 dólares o barril - O petróleo abriu em queda nesta segunda-feira em Nova York, com os mercad...     20/11/2017   Estaleiros cogitam uso de Fundo da Marinha - Na movimentação para salvar seus negócios, o Estaleiro Atlântico Sul conta com a ajuda das l...     20/11/2017   Cresce a pressão contra a exploração de Petróleo na Bacia do Alentejo, em Portugal - Aumentou o movimento contra a exploração de Petróleo...     20/11/2017   Honorários dos Despachantes Aduaneiros serão pagos através do Siscomex - Expectativa do Presidente do SINDASP, Marcos Farneze, é de que a...     20/11/2017   JAGUAR E TOP CAR PROMOVEM EXPERIÊNCIA DE PISTA COM SUPER ESPORTIVOS - Nova Santa Rita, Novembro de 2017 – Que tal testar um Jaguar com ma...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

13/11/2017

TAGGEN FECHA PARCERIA E É ELEITA COMO DISTRIBUIDORA CERTIFICADA DA ALIEN TECHNOLOGY® NO BRASIL

Empresas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Líder mundial em inovações, tecnologias e produtos com tecnologia RFID (identificação por radiofrequência, da sigla em inglês), a Alien Technology acaba de firmar parceria com a Taggen Soluções IoT, que foi nomeada para efetuar a distribuição de seus equipamentos no Brasil, ela será a primeira representante certificada da companhia norte-americana no país. Nessa etapa inicial, serão vendidos no mercado nacional leitores, antenas e acessórios para a identificação por radiofrequência (RFID), todos homologados e certificados pela Anatel.

"Os produtos desenvolvidos pela Alien® são considerados os mais avançados do mundo, para implementações de soluções com a tecnologia RFID, devido à capacidade, velocidade de leitura, robustez e inteligência embarcada. É possível associar as leituras a uma diversidade de soluções de processamento dos dados, que agregam funcionalidade, velocidade e inteligência ao trabalho de identificação e rastreabilidade de objetos", explica Werter Padilha, CEO da Taggen.

Como distribuidora certificada, a Taggen terá estoque local e fornecerá suporte técnico e treinamento aos integradores, além de fornecer um midleware RFID, que reduz o tempo de desenvolvimento das soluções.

O Diretor de Desenvolvimento de Negócios - América Latina da Alien, José Carlos B. Oliveira, explica que a Alien teve um importante papel no desenvolvimento do protocolo de RFID e se diferencia por fabricar os próprios chips e leitores. "Ao final de 2015, decidimos ampliar a presença da empresa no mercado latino-americano e iniciamos os estudos. Escolhemos a Taggen porque ela tem experiência consolidada com a tecnologia e renome no segmento, dois diferenciais fundamentais para efetuar uma venda técnica com embasamento", destacou.

Ao incluir esta parceria comercial ao seu portfólio, a Taggen visa fortalecer seu posicionamento como fornecedora de ferramentas e equipamentos para integradores de soluções, oferecendo conhecimento tecnológico, consultoria e inteligência de negócios para seus clientes que atuam em diferentes setores, como agronegócio, varejo, logística, indústria, bens de consumo, transporte, defesa, entre outros.

Os equipamentos da Alien Technology permitem que os clientes melhorem a produtividade, o controle de processos, a segurança e o rastreamento de itens e ativos."Com os produtos da Alien será possível a criação de soluções industriais, logísticas e de varejo, otimizando processos em qualquer um desses setores. Os leitores Alien permitem que parte do software do cliente seja embarcado no leitor, trazendo velocidade e minimizando a necessidade de infraestrutura de servidores", explica Mario Prado, CTO da Taggen.

Adicionalmente, a Taggen fornecerá consultoria e todo o suporte técnico às empresas integradoras de soluções que desejarem se tornar revendas e trabalhar com estes equipamentos. Os treinamentos serão fornecidos por uma equipe técnica especializada e previamente certificada no próprio centro de excelência em RFID da Alien nos Estados Unidos.

RFID e IoT no Brasil e no mundo

Segundo Prado, a adoção da tecnologia de RFID no Brasil ainda está defasada em comparação com outros países. "A oferta dos equipamentos da Alien Technology faz com que o Brasil conte com recursos tecnológicos da mais alta qualidade e confiabilidade para identificação e rastreamento de objetos", esclarece.

De acordo com o executivo da Alien, os segmentos mais fortes no uso do RFID no mundo são varejo de moda, logística, controles industriais e controles de ativos. Tem crescido a penetração da tecnologia na indústria 4.0, com o IIoT (internet das coisas industrial, da sigla em inglês), para identificação de coisas relevantes a processos industriais. A tecnologia permite que seja implementado o primeiro passo para uma conexão confiável dos equipamentos às redes. Estudos apontam que o mercado global de RFID deverá comercializar 6 bilhões de etiquetas em 2017, sendo que este número tem crescido, em média, cerca de 40% ao ano.

Quanto ao Brasil, projeções da consultoria Frost & Sullivan, apontam que o mercado nacional de IoT deva alcançar receitas de US$ 3,29 bilhões até 2021, uma estimativa que se refere a hardware (módulo de conectividade e outros componentes), software e serviços diretamente ligados a soluções IoT.

O potencial é promissor, pois o Governo Federal divulgou um estudo aprofundado sobre esse ecossistema e lançou o Plano Nacional de IoT (2017-2022), cujas verticais priorizadas já foram definidas: saúde, rural, cidades inteligentes e manufatura. O governo incluiu RFID neste plano, o que deve abrir uma série de oportunidades para empresas que desejam investir nessa tecnologia.

Saiba mais sobre essa parceria pelo site www.taggen.com.br.

Alien, Alien Technology e o logotipo Alien são marcas comerciais ou marcas registradas da Alien Technology, LLC nos Estados Unidos e em outros países

 

Por chris-santos.inf.br

 

Link(s) Relacionado(s): www.taggen.com.br 

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Decisiva na expansão da Volvo na América Latina, fábrica de cabines completa 20 anos

Shanghai e Eletrosul firmam acordo

MAN Latin America vence licitação para entregar 100 ônibus na Bahia

Ford prepara novo ciclo de investimentos

PETROBRÁS FAZ NOVA CAPTAÇÃO E REALIZA PAGAMENTO ANTECIPADO DE FINANCIAMENTO

Chamadas de satélite não partiram de submarino desaparecido na Argentina, diz Marinha

Preço do combustível varia, e muito, até dentro da mesma cidade

Marinha da Argentina analisa "ruído" detectado em área de busca de submarino desaparecido

Indústria do petróleo deve criar 500 mil vagas de trabalho em cinco anos

Marinha argentina vai analisar ruído vindo de região onde submarino desapareceu

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística